A Vigilante do Amanhã - Ghost in the Shell

A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell, veja o que achamos do Footage de 15 minutos do filme

Vimos 15 minutos de A vigilante do amanhã – Ghost in the Shell. Confira um pouco sobre o que vimos.

Afinal de onde veio Ghost in the Shell?

Ghost in the shell é originalmente um mangá criado por Masamune Shirow. Possui versão em anime e inclusive há uma continuação chamada Ghost in the Shell 2: Machine Interface.

Assim como no anime e mangá o filme se passará no ano de 2029, um tempo onde a tecnologia avançou consideravelmente (também conhecido como cyberpunk).

Com tamanha evolução na tecnologia, humanos conseguem ligar seus cérebros à computação, cyber-cérebros, conseguindo acessar redes de informações de maneira mundial.

Major Motoko Kusanagi (mais conhecida como Major, estrelado por Scarlett Johansson) sofre um grave acidente com alto risco de morte. Com o a alta tecnologia de seu tempo, médicos conseguem salvar seu cérebro e o manter com vida, então um corpo artificial repleto de tecnologia foi construído para o seu cérebro.

Seu cérebro é implementado ao corpo, ou seja, um cyborgue e suas memórias limpas, com o intúito de ser controlada e tornar-se uma arma para o Esquadrão Shell, lutando contra a criminalidade.

Ghost in The Shell - Major

A apresentação de 15 minutos do filme

Nesse Footage (compilado de cenas), vimos muitas referências à animação, como o corpo de Major sendo construído, cenas de luta e ação que remetem partes marcantes do anime

A maior e mais importante cena é quando está acontecendo em um prédio uma reunião importante sobre os negócios da era cibernética. Major está observando tudo de longe e quando um ataque terrorista se inicia ela entra em ação.

Na cena podemos ver a construção incrível da cidade cyberpunk. Diversos prédios, hologramas, designer incrível e o cuidado com os detalhes, tudo isso com uma CG de encher os olhos.

Entrando em ação, Major pula do topo de um prédio (uma cena de referência direta ao anime), se infiltra no prédio a sua frente salvando algumas pessoas. Nesse momento Major já começa a mostrar seu incômodo por parecer uma máquina assim como qualquer outra, o que faz Batou (Pilou Asbeak) perceber e comentar que ela não é igual as outras máquinas.

 

Por que traduziram como “A Vigilante do Amanhã” ?

Tivemos a oportunidade de conversar com um dos chefões da Paramount Brasil e, como já imaginávamos, a tradução tem um motivo bem simples.

Com a intenção de popularizar o filme para o seu lançamento, apresentar ele com seu nome original em inglês não chamaria a atenção do público em geral, somente dos fãs. O objetivo é justamente chamar a maior quantidade de pessoas possível ao cinema, não somente os fãs.

Pensando nisso a tradução de forma literal também não seria muito atraente, portanto resolveram seguir com “A Vigilante do amanhã”, que se encaixa com a história de Major, visto sua posição como líder de um esquadrão, sem contar a importância que eles deram em descrever que é “A Vigilante”, o que já deixa bem claro a conotação e poder feminino.

Sem querer ofender os fãs Brasileiros e ao mesmo tempo chamar a atenção de novas pessoas para esse mundo, eles apresentam o título sendo iniciado em português e mantendo ao fim o seu título original para poder abraçar e agradar a maior quantidade de pessoas!

Afinal qual a nossa opinião?

Ghost In The Shell é um filme que está sendo baseado na animação de 1995. Com o pouco que vimos, podemos perceber grandes referências a cenas de ação ou até mesmo diálogos vindos do anime, as cenas estão muito bem feitas e com uma CG de encher os olhos do espectador.

E como os próprios produtores disseram: o filme foi totalmente projetado para ser visto em 3D. Podemos garantir pela experiência que tivemos, que valerá a pena, tanto a experiência em 3D quanto o filme em si, estamos totalmente ansiosos.

A Vigilante do amanhã – Ghost In The Shell tem sua data de lançamento marcada para o dia 30 de Março no Brasil e em alguns outros países para o dia 31 de Março.
Fiquem de olho pois logo traremos a crítica da versão completa do filme para vocês!

Autor

22 anos, cinéfilo, amante de doces, animes, mangás e jogos eletrônicos. Nas horas vagas estou cumprindo meu papel como Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *