Crítica: Ultraman, sucesso na TV nos anos 80 agora em mangá

2016 começando, hora de começar uma nova coleção, e para isso nada melhor que uma boa dica de mangá. Dessa vez será um herói já conhecido de nossos pais, Ultraman, que está em lançamento pela JBC.
Ultraman, para quem não conhece, foi um seriado Japônes exibido no Brasil entre as décadas de 60 e 80. Nessa versão o personagem que vive o gigante Ultraman é Shin Hayata membro da Patrulha Científica, morto acidentalmente ao se chocar com um alienígena que estava na captura de outro. Para reparar a tragédia o alien une sua energia vital a de Hayata dando a ele poderes para que ele se transforme em Ultraman e possa defender a Terra contra os terríveis e gigantescos aliens, que estranhamente sabem artes marciais, e que querem destruir nosso planeta.

A historia do mangá é uma continuação da primeira versão de Ultraman, alguns membros da Patrulha Cientifica estão presentes, e os civis já sabem que o Ultraman existiu. A forma que a história começa é sensacional, eles estão em um museu do Ultraman, onde são exibidas maquetes com todas as lutas com primeiro Ultraman, ótima sacada.

Maquetes com lutas do Ultraman
Maquetes com lutas do Ultraman

O museu está sendo apresentado para Hayata, sim o antigo Ultraman, e seu filho Shinjiro (Shin), tudo vai bem até que um acidente acontece com o pequeno Shin. Passado o problema, temos um flash back de Hayata. Ele começa a se questionar, o porque de ele ser o único membro da Patrulha Científica que não se lembra de nada. Na sua busca por resposta, ele se encontra com Ide, antigo membro da Patrulha, que revela todos os seus segredos.
Passados 12 anos, o garotinho Shin cresceu e sabe que é diferente dos outros garotos. Claro, ficar pulando de prédio em prédio e possuir força sobre humana é uma pista, e no meio desse conflito, que é mostrado de maneira bem rápida, Shin é caçado por um alienígena e acaba sendo salvo pelo antigo Ultraman, após algumas revelações, Shin tem é exposto a uma difícill decisão: se tornar ou não o novo Ultraman.

Personagens principais de Ultraman
Personagens principais de Ultraman

O mangá em si é bem bonito. a capa e contracapa são bem legais, temos páginas coloridas. O ponto negativo é que as páginas são um pouco transparentes. As edições de Ultraman são bimestrais, no valor de 14,90 e no site da JBC é possível assinar até o numero 6 por 80,50!

Autor

Além de ser um dos fundadores do Bacon Side. Tenho 28 anos, formado em Sistemas de Informação, motivo de chacota desde a segunda série, fã de quadrinhos, livros, séries, filmes e Bacon! Recentemente descobri uma aptidão para esse negócio de escrever em sites Geeks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *