exorcist

Primeiras impressões: O Exorcista

Quando o assunto é terror, O Exorcista de William Friedkin, lançado na década de 70, está na lista de filmes favoritos de muita gente. O longa se tornou um clássico pelas suas cenas que mexiam com o psicológico. Quem não se assustou com a jovem Regan Maceil (Linda Blair) descendo as escadas toda torta, ou ela virando a cabeça enquanto enfiava um crucifixo nas partes intimas? O título ainda conta com três sequências desnecessárias: ‘Exorcista II – O Herege‘ (1977),  ‘O Exorcista III‘ (1990) e ‘O Exorcista – O Início‘ (2004). Com tanto Exorcista por ai, será que precisávamos de uma série baseada no filme? A 20th Century Fox Television veio mostrar que sim, precisávamos!

A série conta a história do jovem padre Tomás (Alfonso Herrera), que está se destacando na paróquia a qual foi designado, até que Angela Rance (Geena Davis) o procura relatando que sua filha pode estar sob influências demoníacas após perder uma amiga. De maneira sobrenatural, ele acaba conhecendo o padre Marcus (Ben Daniels), um padre pouco ortodoxo, que foi vendido para a Igreja ainda criança e, de maneira pouco convencional e ética, foi colocado à frente de uma pessoa possuída, afim de ver como ele se saia. Juntos, eles terão de encontrar uma maneira de salvar a família de Angela das garras do inimigo.

Por que funciona tão bem?

O Exorcista mexe com nosso psicológico. O grande terror não está no momento em que se enfrenta o diabo, e sim como eles usam o sobrenatural: os barulhos da casa e as vozes do além são de arrepiar. A trilha sonora é nostálgica e assustadora. As atuações são ótimas, o ex-rebelde Alfonso Herrera faz muito bem o papel de um jovem padre dividido entre o clero e um grande amor, lembrando o papel de Colin O’Donoghue em “O Ritual”.

A série também mostra um lado obscuro da igreja católica, insinuando que os dogmas e práticas são apenas uma faixada e que as possessões demoníacas devem ser tratadas como problemas psicológicos. Os cenários do subúrbio de Chicago e das periferias do México, aliados aos tons sombrios da fotografia, ajudam a dar aquela tensão que existe no primeiro filme.

Para quem gosta de uma boa dose de terror “O Exorcista” certamente te dará arrepios. Aconselho assisti-la de madrugada e sozinho, para ampliar os resultados. A série vai ao ar todas sexta-feira na Fox.

Autor

Além de ser um dos fundadores do Bacon Side. Tenho 28 anos, formado em Sistemas de Informação, motivo de chacota desde a segunda série, fã de quadrinhos, livros, séries, filmes e Bacon! Recentemente descobri uma aptidão para esse negócio de escrever em sites Geeks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *