Demon’s Souls – 5 bosses marcantes

Hoje em dia todos estão falando de Dark Souls III, mas lá em 2009, o criador Hidetaka Miyazaki lançava o percursor de toda essa hype: Demon’s Souls. Por ser exclusivo de PS3, obviamente atingiu um público menor na época, e entrou em evidência quando o saudoso Dark Souls foi lançado, pois todos queriam saber de onde veio aquele jogo perfeito. Mesmo para quem jogou os mais recentes, Demon’s Souls ainda oferece uma experiência única, com um level design supremo e uma dificuldade absurda. É claro que além dos mapas, matar um boss em um game da From Software não é uma coisa simples. Confira aqui os 5 melhores de Demon’s Souls.

5 – Tower Knight

demonssouls01

Você está jogando há pouco mais de uma hora (menos, se você não morreu tanto, mas para a primeira vez é improvável), passou do primeiro boss Phalanx, que é mais um presente de boa-vindas do que um boss. Ai você passa o segundo mapa, e se depara com esse cara. Ele é a personificação de “você tá fudido, cara!”, e aqui o jogo mostra a que veio. Se esse é o segundo boss, imagina o resto, né? A batalha não é terrivelmente difícil se você está acostumado a jogar, mas é exatamente para isso que ela serve: ela é um tutorial para todos os próximos inimigos, principalmente o que são maiores ou mais fortes que você (praticamente todos). Simplesmente inesquecível.

4 – Old Monk

10

O boss final do terceiro mundo, Tower Of Latria, tem um boss único em qualquer game que já joguei. Veja como ele funciona: Quando um player, jogando online, começa o último mapa, o servidor começa a buscar um player que está em soul form (a forma que você fica quando você morre no jogo e ainda não matou um boss para reviver). No meio do caminho, se você ver a cutscene inicial do boss antes de chegar nele, normalmente significa que o servidor achou alguém. Isso mesmo, o boss que você nesse mundo é outro player. Ele aparece com os equipamentos dele, e na cabeça usando o item do boss que é um pano enrolado e gigante. Durante a luta, ele também ganha algumas habilidades mágicas por isso. Ou seja, dependendo do player, pode ser o boss mais fácil ou o mais difícil que você irá enfrentar. É claro que existe a opção de se jogar offline, e nesse caso o inimigo será um guerreiro controlado pela IA com algumas habilidades e movimentos fixos, mas qual a graça de jogar offline? Se o player “invasor” vencer a luta, ele revive, voltando para a forma humana no mundo dele, e ele pode ser o próximo a chegar no Old Monk e ser invadido, repetindo o ciclo. Isso é único.

3 – King Allant

demonssouls03

Demon’s Souls é o mais “open world” de todos os games da série, pois ao invés de ser um mundo gigante e conectado como os outros, são 5 mapas distintos que você pode ir na hora que quiser. Por isso, a maioria deles está basicamente na mesma dificuldade, pois você pode começar em cada um deles. O boss final do primeiro mundo, Boletarian Palace, é o rei do castelo, que desde o começo do jogo sabemos que é o principal antagonista da história, portante ele é pode ser considerado o Final Boss do game. E não só por isso, pois ele é um dos mais difíceis também. Ele tem tudo alto: ataque, defesa, velocidade e vida. E pra completar, todos os seus ataques, mesmo os físicos, dão um pouco de dano mágico, então não dá nem para se esconder atrás de um escudo. Para vencê-lo, você tem que dominar os seus movimentos e saber atacá-lo, aos poucos, em suas aberturas. Praticamente todos os chefes “humanos” dos próximos jogos se basearam nisso. Por isso que o Demon’s Souls é considerado o mais fácil no quesito de batalha contra boss: são poucos que são realmente difíceis, mas King Allant foi o ponto de partida para os inimigos de Dark Souls e Bloodborne (outro exclusivo, de PS4, que é incrível também).

2 – Flamelurker

demonssouls04

Famoso por ser considerado o boss mais difícil do game, sua dificuldade está na verdade ligada ao estado em que você o enfrenta. A vida e a defesa dele não são muito altas, porém você talvez o encontre relativamente “cedo” no seu gameplay, e ai ele pode dar trabalho. O corpo dele está 100% em chamas, então qualquer ataque que ele te dá passa um pouco pelo seu escudo, e por você está no começo do game, são altas as chances de você não ter os equipamentos com muita resistência a fogo. Não adianta defender, porque ele bate tão forte (mais do que normalmente outros boss fazem) e a sua stamina vai embora muito rápido. Se você resolver contra-atacar sem stamina, não terá o suficiente para fugir do próximo golpe. Muitos dos seus ataque dão dano em área, então também é difícil de desviar. Outro fator é que, diferente dos outros, Flamelurker é boss de Bloodborne: ele não para quieto, e não te dá tempo para respirar. Ele te vê no começo da luta, e não sai do seu pé até um de vocês parar de se mexer. Nessa, ou você sai mestre em rolar de ataques, ou você não sai.

1 – Maneater

demonssouls05

O segundo boss de Tower Of Latria, é uma covardia. Primeiro, você entra na luta e já percebe que a arena é minúscula, uma mera ponte, com uma parte mais larga no meio e um cálice de fogo (dica: use o cálice como proteção, mas não confie tanto nele). O boss é uma gárgula, ou seja, ele não vai cair da arena e te garantir a vitória,pois ele voa. E você não. Ele é bem forte, porém menos do que Flamelurker, e dá para defender os ataques dele, e revidar. Porém, alguns ataques te jogam um pouco para trás, e se você estiver perto da beirada da ponte, já sabe, né? Rolar para desviar dos ataques é uma opção, porém é fácil você rolar para fora da ponte também. As vezes ele sai voando e lança magia com a cauda. Ok, depois de tomar umas porradas, até cair algumas vezes, você pega o jeito e consegue atacar bem ele. Depois de um tempinho e alguns golpes nele, você descobre a zuera da luta: São 2 Maneaters! Tudo aquilo que você já sabe que pode te matar, é duplicado. E não pense que um espera o outro terminar para vir te atacar. Se tem uma única coisa que vale a pena xingar os criadores de um game desses é isso: Boss duplo. E é claro que esse encontro foi inspiração para a saga toda, e boss múltiplo (mais do que dois!) é uma coisa a se esperar de qualquer game novo.

Veja também:

Dark Souls – 5 bosses mais difíceis

Dark Souls II – 10 melhores bosses

Bloodborne – 5 bosses mais horripilantes

Renato Dias