Crítica – Dunkirk

Com uma história impactante de superação e luta pela sobrevivência, Dunkirk é um filme que irá mostrar o drama da Segunda Guerra Mundial por um ângulo até então não muito conhecido.

Dunkirk 2

Mark Rylance, vencedor do Oscar por ‘Ponte de espiões’, faz o papel de um dos navegadores indo ao resgate dos soldados

Uma História Real

O filme é baseado em um livro de mesmo nome, no qual conta a história da Operação Dínamo, também conhecida como evacuação de Dunquerque (ou Dunkirk). O filme, assim como a história real, mostra a evacuação histórica, de milhares de soldados do império Britânico e da França, que ficaram encurralados no canal costeiro de Calais, pelo exército alemão no início da Segunda Guerra Mundial.

Mais de 300 mil soldados estavam presos e com risco de morte a qualquer momento, seja por ataques aéreos ou por via terrestre e o maior objetivo de todos era o salvamento da maqior quantidade de soldados possíveis.

Diversas perspectivas, uma história!

O filme apresenta três perspectivas ao mesmo tempo sendo elas: os soldados aguardando o resgate na praia de Dunkirk; Embarcações que estão á caminho do local para auxilar na evacuação dos soldados; e a de pilotos da força aérea que estão lutando para proteger os navios de resgate.

As três narrativas trabalham com extrema perfeição em seu tempo de execução. Nenhuma cena atropela a outra ou lhe deixa perdido. Tudo acontece em um ritmo para o melhor entendimento da história e mensagem sobre tudo o que aconteceu.

Dunkirk4

Kenneth Branagh, no filme um almirante que presta auxilio para o resgate dos soldados

incrível em cada detalhe

Primeiramente eu gostaria de recomendar que assistissem esse filme em IMAX. “Sério isso?!” Sim, é muito sério!

O filme tem uma fotografia de encher os olhos, cada detalhe é apresentado com cuidado para ser o mais fiel possível. Efeitos sonoros dos aviões, das explosões, o mar; desespero sentido nos olhares e na respiração de cada soldado… tudo isso prende de uma forma inexplicável, fazendo você realmente se envolver com tudo o que está acontecendo. Aos aficcionados pela 2º Guerra, é garantido uma experiência ainda melhor!

Nós temos poucos momentos para respirar. O filme embala uma sequência forte de ação, mas nada com mutilação ou sangue, já que o foco foi não só apresentar de um outro ângulo tudo o que aconteceu, mas também homenagear a milagrosa evacuação que salvou a vida de milhões de soldados.

O filme tem sua estréia nesse dia 27 de Julho nos cinemas.

Jesus

Sobre o autor

22 anos, cinéfilo, amante de doces, animes, mangás e jogos eletrônicos. Nas horas vagas estou cumprindo meu papel como Jesus.

Veja outros artigos de Jesus