Bacon na BGS: Dolmen

BGS10: Dolmen, criado pela Massive Work Studio, é um game brasileiro com uma promessa de ser um souls-like futurista em um planeta alienígena.

Dolmen mistura elementos de Dark Souls e Nioh em seu gameplay. Na demo, você começa com um machado pequeno e um escudo. Logo é possível encontrar uma espada grande que é usada coma as duas mãos. Aqui, cada arma tem o seu próprio atributo, e no caso da espada, por exemplo, você perde a habilidade de usar o escudo ao mesmo tempo. Além disso, você também tem uma pistola de gelo, que é um outro grande fator do game. Apenas apertando um botão, o seu personagem troca para a pistola, e se você acertar o inimigo, sobe uma barra para indicar o status nele. Se você atirar até encher a barra, ele congela, ganhando alguns debuffs temporário que você aproveita para dar dano. O game promete ter 5 elementos. A pistola funciona como uma shotgun, pois tem um alcance razoavelmente limitado, para que você não fique só de longe atirando.

Seguindo a sua premissa, você está em um planeta desconhecido, infestado de criaturas asquerosas e mortais, tentando encontrar a tripulação da sua nave, e tentar entender o ambiente. Apesar de estar repleto de monstros, vemos muitas construções e tecnologia, porém tudo está destruído. Havia uma população inteligente naquele planeta, porém algo aconteceu e tudo foi perdido. Existem pequenas mensagens de lore espalhadas no mapa para que a história possa ser entendida melhor.

Como estamos em um planeta distante, o que enfrentamos aqui são aliens. Fugindo do padrão demônios ou seres mágicos, é interessante ver aqui que estamos lutando contra a própria fauna do planeta, e isso abre inúmeras possibilidades para o design dos inimigos. Isso é importante pois a grande maioria dos games “souls-like” segue o padrão de ter somente inimigos humanoides (Lords of the Fallen, The Surge, até mesmo Nioh em sua maioria). Porém, Dolmen ousou usar criaturas diferenciadas, o que obviamente torna o desenvolvimento mais complicado, por conta de animações complexas. Os inimigos da demo são uma espécie de aracnídeo gigante, e alguns que podem ser considerados a versão mais jovem deles, sem falar de alguns inimigos voadores. São criaturas repugnantes que lembram essa vibe de filmes e obras espaciais, o que pode ser o grande trunfo da série.

O game terá um sistema de crafting que promete ser o seu foco. Como estamos em um planeta alien longe de qualquer civilização humana, seria estranho derrotar uma aranha gigante na floresta e ela dropar uma espada que caiba na sua mão e uma armadura GG. Tudo que achamos no game será matéria-prima para que nós possamos usar e montar os equipamentos necessários. Isso tornará a experiência bem única para cada player, pois cada um montará o seu equipamento de sua própria maneira.

Dolmen ainda está no começo do desenvolvimento. As animações dos inimigos estão muito bem trabalhadas, mas a do player ainda estão bem no começo. O game está sendo feito na Unreal 4, e tem potencial para ser muito bonito. O cenário até então trás uma mistura entre ambiente natural e instalações futuristas, e o clima lembra muito filmes como Alien ou Perdidos no Espaço. Para mais informações, acesse o site oficial e os siga no facebook.

 

Renato Dias